• Dr. Thyago Furquim

Estudo: STOPDAPT-2 ACS

STOPDAPT-2 ACS: one-month dual antiplatelet therapy followed by clopidogrel monotherapy in acute coronary syndrome.


O estudo STOPDAPT-2, publicado previamente, demonstrou não inferioridade e superioridade do regime de DAPT por 1 mês quando comparado com o regime padrão de 12 meses quanto ao desfecho primário composto de morte cardiovascular, infarto, AVC, trombose definitiva de stent ou sangramento major ou minor. Nesse estudo apenas 38% dos pacientes apresentaram síndrome coronariana aguda.


No STOPDAPT-2 ACS, que também comparou o regime de DAPT por 1 mês seguido por monoterapia com clopidogrel por um ano, com o regime padrão de DAPT por 12 meses pós angioplastia em pacientes com síndrome coronariana aguda. Todos os pacientes foram tratados com stent com polímero não biodegradável eluído de everolimus.


O objetivo desse estudo foi de gerar poder estatístico para comparar os dois regimes de tratamento no grupo de pacientes com síndrome coronariana aguda.

Foram incluídos 2.988 pacientes com síndrome coronariana aguda, e reunidos os dados de 1.148 pacientes do estudo STOPDAPT-2 (que apresentaram síndrome coronariana aguda), totalizando 4136 pacientes. Ambos os estudos usaram o mesmo protocolo.


Houve então randomização na proporção de 1:1 para ao regime de DAPT por 1 mês seguido de monoterapia com clopidogrel até o 12º mês; e para o regime de DAPT por 12 meses.


Quanto ao desfecho primário, composto de desfechos cardiovasculares e hemorrágicos entre os pacientes com síndrome coronariana aguda, observou-se uma taxa cumulativa de eventos de 3.2% no grupo de DAPT por 1mês e de 2,83% no grupo de DAPT por 12 meses, sem significância estatística (HR 1.15; 95% CI 0.80-1.62). Além disso, enquanto as taxas cumulativas de sangramento TIMI major e minor foram significativamente mais baixas no grupo de DAPT por 1 mês (0.54% vs 1.17%, HR 0.46; 95% CI: 0.23-0.94), as taxas de infarto foram significativamente maiores (1.59% vs 0.85%, HR 1.91; 95% CI 1.06-3.44).


Considerando que no STOPDAPT-2, publicado anteriormente, os desfechos primários, desfechos secundários cardiovasculares maiores e desfechos secundários de sangramento maiores favoreceram o regime de DAPT por 1 mês, todos esses endpoints foram na direção oposta no STOPDAPT-2 ACS (cenário de síndrome coronariana aguda).


Concluiu-se que um mês de DAPT seguido por monoterapia com clopidogrel não atingiu o objetivo clínico de não inferioridade quando comparado com a terapia padrão de 12 meses de DAPT após síndrome coronariana aguda. Houve uma tendência no aumento de eventos cardiovasculares a despeito da redução de eventos hemorrágicos maiores.


Referências:

· STOPDAPT-2 ACS: one-month dual antiplatelet therapy followed by clopidogrel monotherapy in acute coronary syndrome.

· Watanabe H, Domei T, Morimoto T, et al. Effect of 1-month dual antiplatelet therapy followed by clopidogrel vs 12-month dual antiplatelet therapy on cardiovascular and bleeding events in patients receiving PCI: The STOPDAPT-2 Randomized Clinical Trial. JAMA. 2019;321:2414–2427


Dr. Thyago Furquim

Cardiologista – Hospital Sino Brasileiro / Rede D’Or São Luiz – Osasco – SP

18 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo